segunda-feira, março 20, 2006

corte final

à feição dum corpo
o corte, a separação final
e num disparar do tempo
gritos mudos num sepulcro

são de olhos orvalhados
espalhando o vazio no chão
as visões de brumas passadas
as trevas de sombras quietas

à feição dum corpo
são de olhos orvalhados
o corte, a separação final
e um resto de um suspiro...