sexta-feira, setembro 09, 2005

abaunilhado



então...encontrava-te nas melodias
com sabor a estrelas em noite escura

(...ultimo beijo sem despedida...)

então...vejo-te como tatuagem
gravada no meu corpo
neste tempo de metamorfose

e então...envolve-me o teu cheiro...
saboreio-te, respiro-te
tento tocar-te, arrancar-te

(...flor de baunilha da minha recordação...)


ruiluis


Enviar um comentário