sábado, janeiro 22, 2011

Fez-se tarde

 (Caspar David Friedrich - "Meeresufer im Mondschein")


Fez-se tarde
deixei de contar as marés
e todas as ondas tristes
que vinham morrer aos meus pés

Inúmeras vezes o sol se pôs
acegando os meus olhos
até a escuridão me dar
a luz que tinha perdido

Esperei-te tantas vezes
no meio da cumplicidade das gaivotas
e o mar dava-me o seu silêncio
ao receber o meu naufrágio

Fez-se tarde
e estes dias são esse tempo
aonde todas as recordações
morrem lentamente aos meus pés


RuiLuís
Enviar um comentário