quarta-feira, maio 16, 2012

A liberdade das andorinhas

"Vogelflug" by Martina Lina Hirschpiel
http://hirschpiel.de/sign


As andorinhas estão de volta.
É o meu começo da primavera.
Uma primavera, as primeiras andorinhas
assim como eu as esperava.

Recordo a minha ansiedade,
a liberdade das andorinhas.
As andorinhas, negras e livres.
A primavera é uma repetição.

O meu começo da primavera
com a regularidade
dos acontecimentos repetitivos.


Agora espero por mim,
com ansiedade, negro e jovem.
E sou andorinha,
sou primavera e livre.

Talvez já o fui outrora.
Não sei. É possivel.
Tudo se repete. É sempre assim.
A repetição é uma primavera.

(Agora, de manhã cedo alguém passeia o seu cão,
enquanto um comboio
passa por cima da ponte.)

As andorinhas estão cá. Primavera.

RuiLuís
Enviar um comentário