terça-feira, fevereiro 20, 2018

153 V







(Foto by Maruxinha)

A janela fechada
Sem sinal de ti
A saudade aperta
E a distância aumenta
Inquieta, procuro-te

A tarde é longa
Sem sinal de ti
O sol brilha
Mas não me aquece
Ansiosa, procuro-te

A luz apagada
Sem sinal de ti
A dor do silêncio
Invade o meu peito
Impaciente, procuro-te

A noite cai
Sem sinal de ti
O meu corpo gelado
De alma vazia
Desesperada, procuro-te


Maruxinha
Enviar um comentário