quarta-feira, novembro 10, 2004

o monte

vivo num monte sem caminhos
nesse monte, vejo à noite as luzes da cidade
de dia saiu e visito a cidade
pessoas passam preocupadas
e seguem nas ruas e praças dessa cidade

na cidade existe uma melodia que gosto
a melodia é triste...canto-a !
eu gosto de cantar a musica da cidade
por sêr triste como eu sou...
nem sempre fui triste

hoje, fui a um parque na cidade
cantei sem ninguem me escutar
recordei-me de ti,
mas não gosto de me recordar de ti
no monte aonde vivo também canto

parece que foi ontem que passei contigo neste parque
e no dia seguinte fui viver para o monte sem caminhos
ontem escrevia os poemas no teu corpo
e hoje escrevo-os neste papel

alexander ibis
Enviar um comentário