terça-feira, setembro 21, 2004

maria

Example

(pintura de abel manta "mulher da nazare")

vivo com esta fome
de devorar o vento
que me trás o teu cheiro
e me faz rodopiar no ar
como uma pena
de uma gaivota
que perdeu o corpo
a quem pertenceu

assim navego
e sou barco à vela
em teu mar alto
aonde sigo as ondas
que se quebram
naquela praia
para naufragar
com tudo que sou

ser teu, como se fosse
uma parte de ti
neste mar
a quem a areia pertence
sim, ser a tua areia
aonde abrandas tuas ondas
estende-te em mim
e molha-me

ruiluis
Enviar um comentário